Alda Leda: “Quero cumprir meus quatro anos na SEMAS”

Em entrevista exclusiva ao NOVO Notícias, a Secretária Alda Leda Taveira, titular da Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, da Prefeitura de Parnamirim, esposa do Prefeito Taveira fez grandes revelações acerca da gestão municipal, vida pessoal e eleições 2022

O Novo Notícias entrevistou a Secretária Alda Leda Taveira, titular da Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, da Prefeitura de Parnamirim, esposa do Prefeito Taveira e que tem se destacado à frente da pasta que cuida do social no terceiro maior município do Rio Grande do Norte.

ENTREVISTA – Alda Leda Taveira

O Novo Notícias entrevistou a Secretária Alda Leda Taveira, titular da Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, da Prefeitura de Parnamirim, esposa do Prefeito Taveira e que tem se destacado à frente da pasta que cuida do social no terceiro maior município do Rio Grande do Norte.

– Quem é a professora e secretária Alda Leda Taveira?
Sou professora, casada com Rosano Taveira, mãe e avó e estou secretária do município, servindo ao povo de Parnamirim.

– Gosta de atender pessoas?
Adoro. Dizem que essa é uma das características das minhas características, o carinho e acolhimento a todos com os quais convivo, desde a mais alta autoridade, até as pessoas mais simples. Adoro atender pessoas, ajudar, acolher.

– Dizem que a senhora é uma boa avó, é verdade?
Acredito que sim (risos). Antes de tudo eu sou mãe, dedicada à maternidade dos meus três filhos, muitas vezes abrindo mão de minha vida profissional para acompanhar o crescimento de cada um. E tenho sete lindos netos e amo todos por igual.

– Como foi a sua entrada para o segmento do atendimento social?
Eu fui professora de uma escola estadual, depois tornando–me vice-diretora numa escola estadual no município, Em seguida atuei na Central do Cidadão e tive também o prazer de trabalhar como professora da APAE, em Parnamirim, para ajudar pessoas com deficiência e contribuir para a autonomia deles. Por ser formada em Pedagogia e em Serviço Social, esse era o caminho natural para minha atuação profissional.

– Foi fácil aceitar o desafio de assumir uma secretaria tão importante?
Alguns anos atrás, numa conversa com algumas amigas, expressei o meu sentimento de que, se um dia Rosano fosse prefeito, gostaria de ser uma primeira-dama atuante e envolvida com as causas sociais. Foi assim que nasceu o Projeto ParnAção, em 2017, que já começou dando frutos, com um grupo de profissionais voluntários que se juntaram para planejar e colocar comigo o projeto em execução, com diversas ações. Em 2021, assumi a Secretaria Municipal de Assistência Social, com a missão de contribuir para a melhoria das condições de vida de famílias em situação de vulnerabilidade.

 – Pode citar algumas?
Claro. Organizamos campanhas de coleta e doação de fraldas geriátricas a instituições e idosos acamados. Realizamos bazares, chás beneficentes, sou madrinha do grupo Guerreiras, de mulheres que tiveram câncer, a maioria delas já curadas graças a Deus. Teve também o projeto Selva, voltado para atender 50 adolescentes, o Dia Internacional da Mulher, quando atendemos mais de 500 mulheres em uma intensa programação. E, claro, o nosso belo e já tradicional Baile das Debutantes, onde 171 meninas adolescentes das escolas municipais realizam o sonho da festa de quinze anos (uma festa que eu sonhei em ter quando fiz quinze anos e não pude realizar), entre tantas outras ações que não caberia aqui listar.

– Muito trabalho para 2022 secretária Alda Leda?
Sim, com toda certeza. Temos o projeto Bebê Cidadão, a construção de um novo CREAS e de um novo CRAS, construir uma Instituição de Longa Permanência para Idosos, equipar os conselhos tutelares 1 e 2 e inaugurar o nosso Centro de Artes e Esportes Unificados, entre tantos outros desafios que estamos nos propondo. É muita coisa.

– Muito se comenta que a senhora será candidata a deputada estadual, pelo grupo político do seu marido, o Prefeito Taveira, a senhora confirma?
Na verdade, eu nunca dei nenhuma declaração sobre isso, mas sempre me perguntam e tem muita conversa de WhatsApp (risos). Acho que por eu ser primeira-dama e ser secretária na área do social. Olha, eu tenho um trabalho a ser feito na secretaria. Estou apaixonada pelo que estou fazendo, empolgada mesmo. Cheguei com uma expectativa e abriu-se um mundo de necessidades à minha volta, e eu não poderia abandonar os projetos e nem decepcionar as pessoas que estão envolvidas, e são muitas. Então, é claro que me sinto lisonjeada em meu nome ser lembrado, e até toparia, claro, o desafio, mas o que estamos fazendo na SEMAS é muito precioso, estamos mudando a vida de milhares de pessoas, os mais vulneráveis, e isso não tem candidatura nenhuma que supere. Estou sendo sincera.

– Então a senhora confirma que não é candidata?
Sim, claro. Quero cumprir meus quatro anos na SEMAS, foi para isso que aceitei o honroso convite do prefeito Rosano Taveira, e quero fazer o meu melhor. E acho, sem falsa modéstia, que estamos fazendo um belo trabalho, toda nossa equipe. Ser deputada e representar Parnamirim na Assembleia seria uma honra para mim, mas tudo tem seu tempo, o tempo de Deus. Como diria o texto Bíblico, que encontra-se em Eclesiastes 3:1 “Tudo tem seu tempo
determinado, e há tempo para todo o propósito do céu”.

Fotos: cedida

Novo Notícias

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

PGR abre investigação preliminar para apurar ‘apagão de dados’ no Ministério da Saúde

Próxima notícia

Caixa paga Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 6

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *