ANIVERSÁRIO DA COMPANHIA DE POLÍCIA FEMININA É CELEBRADO NA AL

A Companhia de Polícia Feminina (CPFEM) foi homenageada nesta terça-feira (5) na Assembleia Legislativa. O deputado estadual Coronel Azevedo (PSC), foi o propositor da solenidade e entregou à Companhia uma placa institucional. A Companhia completa este ano 27 anos de serviços prestados ao Rio Grande do Norte.

“Eu passei mais de 30 anos na Polícia Militar e ao longo desse período, convivi com mulheres exemplares. Enquanto militar, eu me orgulho por essas mulheres que defendem e protegem o cidadão com postura, firmeza e sem perder a delicadeza que lhe é peculiar, mulheres que honram com seu trabalho e competência a farda que veste”, destacou o deputado Coronel Azevedo.

Falando em nome da Companhia, a Capitã Betânia de Oliveira, ressaltou a luta de todas as policiais femininas. “ Muito obrigada à companhia por toda a luta, por toda a dedicação. Nós somos capazes de trabalhar em qualquer lugar que nos mandar, porque somos competentes e guerreiras”, disse Oliveira.

A Coordenadora de Segurança Institucional da Governadoria, Coronel Margarida Brandão, falou em nome do Governo do Estado. “Gostaria de destacar a importância de alguns homens para o início da nossa Companhia, como por exemplo o ex-governador Geraldo Melo, que foi o primeiro a entender a necessidade e importância do nosso estado ter uma Companhia, quero lembrar também do Coronel Luiz Pereira que foi quem criou a CPFEM. Hoje uma mulher é quem governa nosso Estado e eu tenho certeza que a nossa governadora Fátima Bezerra (PT), compreende as nossas necessidades e sabe o quanto a sensibilidade feminina colabora para a segurança pública”, destacou Coronel Brandão.

A solenidade contou com a presença de várias policiais efetivas e da reserva, assim como os deputados estaduais Getúlio Rêgo (DEM) e Hermano Morais, também estiveram presentes; desembargador Gilson Barbosa Albuquerque; o comandante da Guarda Municipal de Natal, Albefran Câmara Grilo; a tenente Coronel Lidiane Maria; a representante da DGEPOL, delegada Maria do Carmo e o assessor da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, Coronel Ozael Teodosio de Melo.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA ADOTA BRASÃO HISTÓRICO DO RN EM SUA IDENTIDADE VISUAL

Próxima notícia

GUSTAVO CARVALHO DIZ QUE FECHAMENTO DE HOSPITAL É ATO DESUMANO

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.