Ceptuc realiza capacitação para enfermeiros

O Centro Especializado em Prevenção e Tratamento de Úlceras Crônicas (Ceptuc) está realizando durante esta semana, uma capacitação voltada para as equipes de enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde (UBS). A iniciativa tem como objetivo discutir sobre os fluxos e serviços existentes no Ceptuc.

O Ceptuc é formado através de uma parceria da Prefeitura de Parnamirim com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e conta com uma equipe composta por enfermeiros especializados em tratamento de feridas crônicas, médico e nutricionistas.

De acordo com uma das enfermeiras do Ceptuc  responsáveis pela capacitação, Janailma Matos, a atividade está sendo bastante proveitosa. “Estamos discutindo sobre o fluxo das UBS para o Ceptuc, explicamos aos enfermeiros os nossos procedimentos, como por exemplo: marcação de consulta para o vascular, quais os documentos necessários, da mesma forma para a consulta com o enfermeiro dermatologista e as visitas domiciliares. É uma forma de orientar e nos conhecermos melhor, saber quem somos enquanto  Ceptuc, o que fazemos e a forma que trabalhamos, pois todos nós somos uma equipe e precisamos trabalhar em parceria com as Unidades de Saúde, está sendo uma experiência ótima, onde realizamos uma roda de conversas de experiências vividas por eles”, disse.

A enfermeira do Ceptuc e também responsável pela capacitação, Jakelyne Reis, explica a importância a realização da atividade. “O objetivo é capacitar os enfermeiros do município sobre os fluxos existentes no Ceptuc: médico vascular, curativos, lesões crônicas, visitas domiciliares e fluxo dos insumos dos diabéticos, para que os usuários sejam encaminhados da UBS de forma correta, evitando que eles fiquem se locomovendo”, falou.

Serviço:

Ceptuc – Rua Presidente Castelo Branco, 27, Cohabinal.

Telefones: 3644-8483/ 3644-8194

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Pró-Transporte: governadora assina ordem de serviço para 2ª etapa de obras na ZN

Próxima notícia

VEREADORA FATIVAN ALVES “Os arrombamentos nas escolas de Parnamirim são cada vez mais frequentes”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *