{CMP} Plano de retomada para as aulas em Parnamirim é abordado em Live da Comissão de Educação da Câmara

Planejamento e prudência foram questões levantadas pelas participantes

Os subsídios para o plano de retomada das aulas presenciais em escolas e centros infantis da rede municipal de Parnamirim foram tema de mais uma Live da Comissão Permanente de Educação do Legislativo parnamirinense na manhã desta quinta-feira(16).

Por sistema de videoconferência, a presidente da Comissão, vereadora Vandilma Oliveira coordenou a discussão que contou com a participação de outra vereadora e membro da Comissão, Ana Michele, além da diretora executiva do Instituto de Desenvolvimento da Educação(IDE), Claúdia Santa Rosa.

Claudia abriu o debate. Ela destacou que é preciso os municípios se prepararem para um eventual retorno das aulas. “Tem criança  que desde o dia 18 de março, aqui no Rio Grande do Norte, não tem acesso a sua escola, aos seus professores, nenhum tipo de orientação pedagógica. Isso é aprofundar desigualdades.  Assim sendo, é esperado que, no Brasil, escolas particulares e secretarias de educação já estejam com seus planejamentos prontos e com as ações em execução, afinal já se passaram quase três meses dos primeiros decretos que suspenderam as aulas presenciais. Receio que, aqui e acolá, o retorno aconteça e só então alguém se lembre de que carecia ter preparado as unidades de ensino para receberem os profissionais e os estudantes em segurança”, argumentou a ex-secretária estadual de educação.

Já Vandilma trouxe o debate para o âmbito municipal. Ela destacou que as escolas de Parnamirim não dispõe de pessoal de limpeza suficiente para garantirem a higiene necessária para o combate e prevenção a Covid-19. “Essa é uma das dificuldades que nós enfrentamos.  As escolas não têm, do meu ponto de vista, estrutura adequada para esse retorno. Banheiros e bebedouros. Acredito que essa seja exatamente a ideia de estarmos aqui contribuindo para esse protocolo que se inicia de forma embrionária, mas não vejo como se consolidar se não houver um comprometimento do governo nessa ação de controle da pandemia, no que diz respeito ao retorno das aulas. Os pais e os professores estão inseguros”, enfatizou a presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara.

Ana Michele citou dados da rede municipal de ensino  e elencou diversos pontos que devem ser observados, além de reforçar  sobre a infraestrutura das escolas que precisam se adequar para evitar a contaminação. “Parnamirim conta com 26 mil alunos em sua rede pública de ensino.  É preciso  ter como base a questão legal, técnica e científica e dizer que os protocolos eles devem ser elaborados com rigor, com atenção, responsabilidade, transparência, somando-se a construção coletiva e o conhecimento para superarmo essa adversidade”, concluiu a vereadora.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Rio Grande do Norte apresenta o selo Turismo Mais Protegido

Próxima notícia

Live Câmara no Instagram abordará os desafios da atividade física com a Covid-19 nesta sexta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *