Defesa de Bolsonaro diz que vai processar Lula por associá-lo à morte de Marielle

A defesa do presidente Jair Bolsonaro afirmou que deve processar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por declarações nas quais o petista teria relacionado Bolsonaro ao assassinato da vereadora Marielle Franco. Na semana passada, em um evento em Porto Alegre, sem fazer menção direta à Bolsonaro, Lula disse que “gente dele não tem pudor de ter matado a Marielle“.

Quando a gente não pode se aproximar do governante, quando o governante tem um lado, um lado obscuro, porque a gente não sabe a qualidade de todos os milicianos dele, o que a gente sabe é que é gente dele, sabe, não tem pudor de ter matado a Marielle“, disse Lula.

À CNN, a advogada Caroline Freitas, que é uma das profissionais que atua na campanha de Bolsonaro, disse que ainda será definido se a ação ficará apenas no âmbito eleitoral.

Marielle e o motorista, Anderson Gomes, foram assassinados em março de 2018. Apesar de Ronnie Lessa e Élcio de Queiroz estarem presos, acusados do crime, ainda não há informações sobre quem foi o mandante e nem sobre a motivação.

Anielle Franco, irmã da vereadora assassinada, se pronunciou sobre a polêmica em suas redes sociais. Ela criticou Bolsonaro, dizendo que o presidente estaria mais preocupado com a própria imagem do que em trazer respostas.

Procurada pelo UOL para comentar o assunto, a assessoria do ex-presidente Lula ainda não respondeu.

Foto: Sergio Lima/Poder 360

UOL

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Primeira edição do projeto Câmara Cultural é sucesso de público em Nova Parnamirim

Próxima notícia

Governo Federal estuda PEC para usar dividendos da Petrobras e zerar ICMS sobre o diesel

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.