Esgotamento sanitário: Caern começa a instalar equipamentos na ETE Jaguaribe

A farmacêutica e moradora do bairro do Igapó, na Zona Norte de Natal, Micarla Barreto será uma das muitas pessoas beneficiadas com o serviço de esgotamento sanitário. A região, que atualmente dispõe de apenas 3% de cobertura, passará em meados de 2021 para uma cobertura de aproximadamente 100%.

“Na minha casa fazemos uso de fossa séptica, mas é comum eu ver esgoto sendo lançado diretamente na rua. Assim, acredito que com o serviço de esgotamento, com a destinação e o tratamento corretos, vai melhorar muito a situação aqui na Zona Norte”, afirma Micarla. E esta nova realidade está perto de se concretizar na Zona Norte.  O Governo do Estado, através da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), começou a equipar a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jaguaribe, que já está com a obra física 80% concluída.

As próximas etapas incluem instalação de novos equipamentos, bem como, a construção do emissário da ETE. Em relação à rede coletora de esgoto, a região já possui 80% de toda a rede instalada e até o início das operações da ETE, a Zona Norte já deve estar com toda a parte de rede concluída. Com o serviço de esgotamento sanitário, a população deixa de fazer uso de fossas sépticas.

A Estação será responsável por todo o tratamento do esgoto coletado na região. Os primeiros equipamentos a serem instalados chamam a atenção por seu tamanho. “Os biodiscos são equipamentos que fazem parte da etapa do tratamento com microrganismos, um processo biológico. Eles permitem que os microrganismos cresçam aderidos nele, melhorando a eficácia desse tratamento, onde se alimentam da matéria orgânica”, explica o Gerente de Obras da Caern, Germano Costa.

As ETEs que estão sendo construídas pela Caern, com recursos Federais, são de nível terciário. “Este é o nível mais alto de tratamento de esgoto existente atualmente. As Estações são bastante modernas e de alta capacidade”, afirma Judson Soares, Gerente de Controle de Empreendimentos da Caern. Com este tratamento o efluente é devolvido para a natureza com qualidade.

GUARAPES

A ETE do Guarapes está com o andamento da obra em 17%. A estrutura já começou a ganhar forma e a mostrar a grandiosidade do equipamento. É através desta ETE que esgotos da Zona Oeste e Sul da cidade do Natal serão tratados. A previsão de conclusão do equipamento é para 2022. Quando entrar em operação, Natal terá o serviço de esgotamento sanitário universalizado.

“A Caern tem se mantido focada na melhor prestação de serviço para a população. Natal atingirá com 11 anos de antecedência o que defende o novo Marco Legal do Saneamento, que é a cobertura de 90% de cobertura de esgotos até 2033”, destaca o Diretor-Presidente da Caern, Roberto Linhares.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

GALENO COBRA REGULARIZAÇÃO DE PAGAMENTO AOS FORNECEDORES DO PROGRAMA DO LEITE

Próxima notícia

SEMOP pavimenta rua que dará acesso ao VLT de Cajupiranga

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *