Hospital Maternidade Divino Amor é referência em atendimentos no Rio Grande do Norte

O Hospital Maternidade Divino Amor é uma grande referência no município e no Estado devido aos serviços prestados à pulação, entre eles, o programa “Acolher”, da rede materno infantil, cujo objetivo é acolher meninos e meninas, e também as mulheres e homens em situação de violência sexual. O programa funciona 24 horas, de domingo a domingo, e conta com uma equipe de profissionais que acolhem com toda a descrição e sigilo necessários.
A equipe é composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais que até em 72 horas depois do fato ocorrido fazem o trabalho de coleta dos vestígios, sendo a único hospital do Estado a realizar esse serviço de coleta.
Em 2021 houve 77 atendimentos com um aumento da violência sexual na faixa etária de crianças em idades de 4 anos até os 10 anos, por isso a importância da denúncia pelo número Disque 100.

Outro serviço retomado desde o último dia 17 de novembro de 2021, foi o das cirurgias eletivas. Até o último dia 28 de maio foram realizadas 326 cirurgias no hospital.
A Maternidade Divino Amor é exemplo estadual quando se fala em parto humanizado, disponibilizando através da rede cegonha e usando das boas práticas do parto humanizado. A unidade conta com uma equipe de enfermeiros obstetras e excelentes médicos obstetras que avançam cada vez mais com a ampliação da maternidade, agora com enfermarias de pré-partos , partos e pós partos trabalhando as gestantes e estimulando cada o parto humanizado no município.
A diretora da Maternidade Divino Amor, Ana Michele, falou que são feitos cerca de 1.000 mil atendimentos de urgência e emergência por mês, e cerca de 300 a 400 partos por mês. Segundo ela o trabalho é feito após o nascimento das crianças “Aqui temos vários serviços e uma estrutura de imunização, onde fazemos a cobertura das vacinas das nossas crianças. Elas saem com as primeiras doses das vacinas após seu nascimento. O município também tem um convênio com o 2º. Cartório de ofício de notas onde a criança já sai com seu registro de nascimento, CPF e cartão SUS, além de todos os testes da orelhinha, pezinho e olhinho, garantindo assim todos os direitos das crianças que nasce no nosso município”, disse.
Outro trabalho desenvolvido no Hospital Maternidade Divino Amor rendeu à instituição o selo de Hospital Amigo da Criança e o banco de leite que de acordo com a enfermeira e coordenadora do banco de leite Viviane Medeiros “hoje nós recebemos cerca de 45 á 50 litros de leite que é pouco, mas já chegamos a receber cerca de 80 litros em um mês. E a nossa campanha aqui é diária durante todo ano. Então, quero fazer um chamamento para aquelas mamães quem podem doar o leite materno. Para isso basta fazer o cadastro que a equipe passará todas as orientações de higiene e como fazer essa doação”, disse, lembrando que a doação pode ser feita no hospital, mas também há um carro que faz a rota e que pode pegar o leite na própria casa da doadora. “Temos dois dias na semana para a coleta que acontece às quartas-feiras e nas sextas-feiras e aqui disponibilizamos os fracos já esterilizados e também aceitamos doações de frascos de vidros com tampas de plásticos”, revelou.
Para quem quiser obter mais informações sobre o banco de leite basta ligar para 3272 4367.
O Hospital Maternidade Divino Amor possui hoje 10 leitos de UTIs neonatal que são referência no Rio Grande Norte, sendo umas das mais modernas com uma equipe extremamente preparada para receber os bebês que precisam de uma atenção especial após o seu nascimento.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Noite de beleza e glamour marcou o miss Parnamirim 2022 no Boulevard

Próxima notícia

Limpeza Urbana de Parnamirim ganha nova frota de veículos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.