Lançamento da revista “O Galo” homenageia obra do jornalista Carlos de Souza

A quinta edição da Revista O Galo, publicada pelo Governo do Estado, atráves da Fundação José Augusto (FJA) será lançada em formato virtual, neste sábado (15), a partir das 8h, no site www.cultura.rn.gov.br.  O lançamento homenageia o jornalista e escritor potiguar Carlos de Souza, falecido em agosto de 2019, que editou durante anos a publicação da FJA.

Nesta edição a revisa  traz “Variações sobre o Mesmo Carlão”, um texto especial, escrito por Alex de Souza, filho do jornalista,  que narra a trajetória do também escritor desde suas origens em Areia Branca até se tornar editor da Tribuna do Norte e Diário, além dos livros publicados em sua carreira.

A publicação, editada pelo jornalista Cefas Carvalho, apresenta ainda artigos sobre Oswaldo Lamartine, Sanderson Negreiros, Zila Mamede, Anchieta Fernandes, assinados por autores como Vicente Serejo, Manoel Onofre, Júnior, Humberto Hermenegildo e Thiago Gonzaga.

Destaque também para uma entrevista especial com a poeta Iracema Macedo, além de reportagens sobre os 70 anos do poeta Antônio Francisco, o projeto Insurgências Poéticas e a Coleção Mossoroense.

O Galo abre espaço para a literatura com a poesia dos escritores David Leite, Ana Paula Olivier, Ada Lima, João Andrade, Maria Marcela Freire, Nivaldete Ferreira e Livio Oliveira e os contos de Ricardo Sobral, Ana Cláudia Trigueiro, Théo Alves, Marcio Benjamim e José de Paiva Rebouças.

Carlos de Souza

Natural do município de Areia Branca, Carlão era respeitado no segmento literário e jornalístico potiguar. Trabalhou nos jornais A República, Diário de Natal (repórter e editor de cultura) e Tribuna do Norte (repórter, editor, colunista e crítico literário). Posteriomente foi o editor da Revista o Galo.
Como escritor, lançou os livros “Crônica da Banalidade” (1988) e “Cachorro Magro” (1999), que ganhou o prêmio Othoniel Menezes de Poesia. Também foi autor do espetáculo “É tudo fogo de palha’, sobre o nascimento do teatro em Natal, e do romance “Cidade dos Reis”. Foi com a obra de contos “Urbi’” (2015) que Carlão atingiu o momento culminante na sua carreira como ficcionista.

Lançamento virtual da Revista O Galo 
Data: Sábado (15/08)
Pelo site www.cultura.rn.gov.br

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Calendário 2020 da UERN tem início em 31 de agosto através do ensino remoto

Próxima notícia

Bill Gates ataca criptografia de apps como WhatsApp e Facebook

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *