Lixo eletrônico: Câmara de Parnamirim faz parceria com o IFRN

Os resíduos eletrônicos são provenientes dos equipamentos eletroeletrônicos, que são: computadores, celulares, aparelhos de som, dentre outros. Os equipamentos eletroeletrônicos são compostos por: plásticos, vidro, alumínio e outros elementos químicos. O descarte incorreto de E-lixos impacta a saúde pública devido aos metais pesados, gera danos ao meio ambiente através da contaminação de solos, lençóis freáticos e os organismos da fauna e da flora e, além disso, reduz o tempo de vida dos aterros sanitários.

A prática da destinação adequada também gera renda, trabalho e ainda contribui na educação, como o projeto Social Tec e o Campus Verde do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) – Campus Parnamirim.

“Através de uma triagem desse lixo eletrônico é possível separar peças que podem ser utilizadas para recuperar computadores em escolas públicas que necessitam de manutenção através do projeto Social Tec. Já outros componentes podem ser utilizados em aula de robótica realizadas nos laboratórios aqui do Campus”, explica o professor do IFRN Parnamirim, Zulmar Júnior.

Fonte: Ascom/CMP

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Prefeitura realiza mais um dia de vacinação antirrábica neste sábado (21)

Próxima notícia

Brasil tem 152 milhões de pessoas com acesso à internet

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *