Milhões de dólares em bitcoin são apreendidos nos EUA

Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou ter apreendido milhões de dólares em bitcoin que, segundo afirma, financiava três organizações criminosas ligadas ao terrorismo no mundo.

Os valores dessa apreensão não foram divulgados, mas estima-se que 300 contas foram bloqueadas pela justiça norte-americana. Anunciado nesta quinta-feira (13), a ação atingiu os cofres de grupos vinculados à Al-Qaeda, Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), além das Brigadas Al-Qassam, uma ala do Hamas.

+ Hackers usam Twitter de Elon Musk, Bill Gates e Kanye West para golpe de criptomoedas

+ Bitcoins estão em alta na América do Sul mesmo com queda global nas negociações

+ Primeira criptomoeda brasileira entra para o Mercado Bitcoin

Outros quatro sites e quatro perfis do Facebook foram bloqueados. A ação contou com o apoio conjunto do FNI, do Departamento de Segurança Interna e da Receita Federal dos EUA.

Os órgãos do governo rastrearam as transações de criptomoedas, onde chegaram a uma entidade sediada na Síria e a prisão de um cidadão turco. Ele controlava um site de vendas de máscaras N95, que servia de fachadas para arrecadar dinheiro para as organizações.

A ação chamou a atenção por ter rastreado o caminho do dinheiro através das criptomoedas, consideradas uma fonte de anonimato e que protegem os dados de que opera no mercado utilizando o bitcoin.

“As redes terroristas se adaptaram à tecnologia, conduzindo transações financeiras complexas no mundo digital, inclusive por meio de criptomoedas”, disse o secretário do Tesouro Steven Mnuchin.

IstoÉ Dinheiro

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Pão de queijo recheado com Catupiry®

Próxima notícia

Governo do RN antecipa pagamento de agosto neste sábado (15)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *