Polícia Civil prende dupla suspeita por atentado à casa de vereador em João Dias

As diligências foram efetuadas com o apoio do GTO de Apodi

Policiais civis da Delegacia Especializada de Capturas (DECAP) e da Delegacia Municipal de Apodi, com o apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) de Apodi, prenderam, neste sábado (08), uma mulher e um homem, investigados pela suspeita de envolvimento no atentado à residência de vereador do município de João Dias (RN). O crime ocorreu na madrugada do dia 03 deste mês de agosto, quando homens, em dois carros, fuzilaram o imóvel e utilizaram explosivos, destruindo-o parcialmente.

Segundo as investigações, em uma propriedade rural da cidade de Martins, cerca de oito homens estavam escondidos, possivelmente, envolvidos com a execução do crime contra a casa do vereador. Em diligências no local, policiais civis e militares apreenderam: aparelhos celulares, rádio HT utilizado com a frequência utilizada pela polícia, uma arma de fogo e demais produtos que constatam a presença destes suspeitos no imóvel rural.

Além disso, acampamentos foram localizados ao redor da fazenda, com roupas masculinas, coturnos e material de higiene pessoal, o que denota o envolvimento dos proprietários do local com o grupo de suspeitos. O homem e a mulher foram autuados em flagrante, conduzidos até a Delegacia de Plantão e conduzidos ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Polícia Civil realiza mais uma fase da Operação “Pacto pela Vida” em Natal

Próxima notícia

Governo quer reduzir gastos com aluguel de imóveis

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.