Polícia Civil realiza mais uma fase da Operação “Pacto pela Vida” em Natal

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio de policiais civis que integram à Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN), à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e à Delegacia Municipal de Nísia Floresta, realizou, neste sábado (08) e neste domingo (09), mais uma etapa da operação “Pacto Pela Vida”.

O intuito foi fiscalizar o cumprimento dos decretos estaduais em vigor e orientar medidas que visam evitar a disseminação do coronavírus (covid-19). Além disso, foram intensificadas as orientações acerca da proibição das aglomerações e da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção. Ao longo da operação, foram realizadas autuações pelo Corpo de Bombeiros e entregues máscaras de proteção pelos policiais civis.

No sábado (08), das 9 às 21h, três agentes de polícia realizaram, no Centro de Nísia Floresta, em frente ao ponto turístico (Árvore Baobá), próximo à rodoviária da cidade e aos principais supermercados, fiscalizações que integram a Operação “Pacto Pela Vida”. Na oportunidade, realizaram rondas no Centro do município de Nísia Floresta, até a hora do fechamento do comércio, ronda e ponto base na Praia de Barreta e ronda em toda a Orla de Barreta até Pirangi.

Na tarde deste domingo (09), policiais civis saíram do Corpo de Bombeiros Militar em patrulhamento às Praias: do Meio, Redinha Velha, Redinha Nova e Santa Rita, voltando, em seguida, à Avenida João Medeiros Filho, até o Nordestão do conjunto Santa Catarina, onde foi realizado o auto de constatação por parte do Procon, devido ao descumprimento das medidas para enfrentamento do novo corona vírus (decreto 29.583).

Ainda durante a tarde, os policiais foram até o Atacadão, na Avenida João Medeiros Filho, onde foram orientados sobre as normas de enfrentamento. Além disso, receberam uma denúncia de aglomeração, repassada pelo Copom e, na rua Coqueiros, no Bairro Potengi, os bombeiros orientaram a encerrar com uma comemoração, devido ao descumprimento do decreto governamental citado anteriormente.

À noite, a equipe retomou os trabalhos por volta das 20h, tendo seguido para o bairro Cidade da Esperança, fiscalizando os bares, foram até a Arena “Cidade Nova”, na Avenida Solange Nunes do Nascimento, onde foram constatados, pelos bombeiros e pelo Procon, descumprimento do decreto 29.583. Em seguida, foram em direção ao “Senzala Casa Show”, por volta das 23h, onde foram constatadas irregularidades pelos bombeiros.

Finalizando as diligências, os policiais foram até a avenida Erivan França, fiscalizando o bar “Dona Bela”, que foi orientado a encerrar os trabalhos e, por último, foram até o “Forró Rasta Pé”, por volta das 00h, no local, foi feita a notificação por parte dos Bombeiros e também o auto de constatação pelo Procon.

Ainda no domingo, das 10 às 22h, diligências da operação foram realizadas por equipes da DHPP, pela manhã, nas Praias: do Meio, Areia Preta, Via Costeira, Orla de Ponta Negra. No turno da tarde, na Zona Norte, nas Praias: Redinha Velha, Redinha Nova, Praia de Genipabu e nos bairros: Potengi, Jardim Progresso, Nova Natal, Vale Dourado e Parque dos Coqueiros.

Segundo a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, a Polícia Civil está trabalhando em conjunto com outros órgãos para preservar a vida das pessoas, para que elas não sejam contaminadas e que os responsáveis pelos descumprimentos sejam devidamente identificados. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Obras da ETE de Parnamirim alcançam 90% de conclusão

Próxima notícia

Polícia Civil prende dupla suspeita por atentado à casa de vereador em João Dias

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *