População celebra morte de Lázaro: “CPF cancelado”

A população que acompanhava a operação que capturou o assassino Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, em Goiás, comemorou o fim da caçada que durou 20 dias

Logo após a informação da morte de Lázaro, o termo CPF cancelado passou a inundar as redes sociais

De acordo com a polícia, o chamado “serial killer de Brasília” foi morto em um confronto e troca de tiros com policiais que estavam a sua procura, nesta segunda-feira (28)

A população que acompanhava a operação que capturou o assassino Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, em Goiás, comemorou o fim da caçada que durou 20 dias.

De acordo com a polícia, o chamado “serial killer de Brasília” foi morto em um confronto e troca de tiros com policiais que estavam a sua procura, nesta segunda-feira (28).

Leia também:

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver dezenas de pessoas reunidas em volta do cerco montado pela polícia no local onde o assassino foi detido.

Em determinado momento, o cerco é aberto para a passagem de viaturas da polícia de Goiás. As pessoas aplaudem os agentes, comemorando a ação. “Parabéns. Vocês mecerem. Obrigado”, dizem.

A primeira informação da captura de Lázaro foi dada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teria sido preso.

Posteriormente, agentes das forças de segurança relataram que ele foi baleado, levado para um hospital de Águas Lindas de Goiás e morto.

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Crea-RN e Ministério do Desenvolvimento Regional assinam acordo de Cooperação Técnica para redução do valor da ART para obras ou serviços de Regularização Fundiária do Programa Casa Verde e Amarela

Próxima notícia

Vacinação para público dos 45+ segue nesta segunda-feira, 28

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.