Prefeitura e CVT-E comemoram mais um aniversário do projeto

A Prefeitura de Parnamirim e o Centro Vocacional Tecnológico Espacial (CVT-E) comemoraram nesta quarta-feira (27) o 2° aniversário do projeto, que tem sua sede localizada no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno.

Estiveram presentes no evento representantes das Secretarias Municipais de Educação (Semec); Planejamento, Finanças, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seplaf) e Grupo de Ciência e Tecnologia da Informação (GCTI).

O CVT-E é um projeto articulado pela Agência Espacial Brasileira (AEB)  que visa incentivar alunos da rede estadual, municipal e escolas técnicas, o estudo da engenharia espacial, onde os alunos aprendem o conceito de espaço e participam de atividades em robótica e mecatrônica, oficinas de foguete e observação do espaço. O projeto possui todo um aparato em estrutura como: Salas de aula climatizadas, alojamentos e todos os equipamentos necessários para estimular a prática das atividades em classe e extra-classe.

O coordenador da AEB da região nordeste, Marco Antônio Vieira, explica a importância do projeto no incentivo à formação dos alunos. “Essa iniciativa foi idealizada justamente para eles, para os jovens que estão nessa fase de escolher um novo horizonte profissional, a porta que eles vão entrar para uma carreira até o final da vida, então eles têm a oportunidade de conhecer um pouco do programa espacial dos produtos que vêm do espaço, que inclusive estão no nosso dia a dia. O projeto é um ‘despertar’ vocacional, com o objetivo de provocar neles que essa é uma profissão que poderão trabalhar no futuro”, disse.

De acordo com o Secretário Adjunto de C&TI, Dario Cândido de Medeiros, o CVT-E representa um grande complemento ao Município de Parnamirim. “Parnamirim vive hoje um momento de extrema importância, de resgate de sua história aliada a tecnologia, desde o seu nascimento como cidade, teve essa vocação voltada para a aviação e espaço, com o campo de pouso (décadas 30/40) a base aérea Parnamirim Field (o Trampolim da Vitória), com participação importante na Segunda Guerra Mundial vindo até os dias atuais com a ALA-10, importante complexo militar da Aeronáutica. É um novo ciclo de inovação que estamos a implantar, que irá gerar estudo, emprego e renda e tudo está atrelado à ciência, tecnologia e inovação, não há outro caminho. Hoje temos o laboratório de robótica, INCLUDE, o primeiro do Rio Grande do Norte, instalado aqui, no bairro de Passagem de Areia, parceria importante com o Instituto Campus Party, então daqui do CVT-E eles poderão ir para os INCLUDES, estamos formando a primeira turma. Esses projetos mudam a realidade desses jovens, eles terão a oportunidade de ir para empresas encubadoras e estartaps que terão espaço no CCTV – Centro Cultural Trampolim da Vitória, que será ativado na instalações do antigo Aeroporto Augusto Severo onde poderão desenvolver projetos na área de Ciências e Tecnologia com ênfase no espaço. Um grande e promissor futuro temos pela frente!” falou.

Durante o evento, os estudantes foram certificados juntamente com seus professores pelos projetos idealizados e construídos ao longo das aulas. A seleção das escolas acontece por meio da Semec, responsável pelo calendário de inserção de turmas no projeto.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Polícia Civil prende homem por tentativa de estupro de vulnerável em Parnamirim

Próxima notícia

Governo realiza Fórum para promover desenvolvimento da indústria mineral no RN

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *