Pró-Transporte: governadora assina ordem de serviço para 2ª etapa de obras na ZN

A governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para a execução das obras da segunda etapa do programa Pró-Transporte em andamento na Zona Norte da capital, durante solenidade virtual realizada nesta quinta-feira, 30. A gestora considera o serviço de extrema importância para toda Região Metropolitana, pois beneficiará 400 mil pessoas impactando diretamente na mobilidade urbana e na qualidade de vida da região. O prazo de execução é de 360 dias.

“É um sonho que se arrasta há mais de uma década. Não existe alegria e emoção maior do que ver agora esse sonho se tornando realidade”, disse, lembrando sua luta pela realização deste Pró-Transporte desde a época de seu mandato como deputada federal. A governadora comentou a importância da intervenção: “Será seguramente um dos mais importantes investimentos em infraestrutura rodoviária e na área de mobilidade urbana para a Zona Norte de Natal nos últimos cinquenta anos.”

O investimento é de R$ 21,6 milhões, com recursos originários de financiamento do FGTS, disponibilizados através de Contrato de Repasse, celebrado com a Caixa Econômica Federal, parceira do Governo do Estado na obra.

Nessa etapa do Pró-Transporte serão concluídos os seguintes trechos: Eixo 1 (Moema Tinoco): subtrecho da av. Moema Tinoco, compreendido entre a rotatória da entrada de Genipabu (RN-304) e a rotatória da av. Tocantínea.

Eixo 2 (Fronteiras): subtrecho compreendido entre a rotatória da av. Tocantínea e o Viaduto das Fronteiras. A construtora Luiz Costa LTDA foi a empresa vencedora do processo licitatório e realizará as obras.

O secretário de Infraestrutura do RN, Gustavo Coelho, ressaltou que a execução do serviço vai permitir a captação de recursos financeiros para elaborar os projetos necessários e para cumprir as providências necessárias à terceira etapa do Pró-Transporte, que deve ser executada até 2022, integrando a Av. Tocantínea e passando pelas avenidas Rio Doce e das Fronteiras até o Complexo Viário do Gancho, que está em execução pelo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT. “Esperamos que o cronograma de um ano seja fielmente cumprido e que possamos ter essa importante intervenção na Região Metropolitana de Natal finalizada. Agora é mãos à obra!”, comemorou o secretário.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RN), Manoel Marques, ressaltou a parceria entre a Secretaria de Infraestrutura do RN, DER-RN e Caixa Econômica Federal. Para ele, a obra terá um impacto semelhante ao que a Av. Roberto Freire teve para a Zona Sul da capital, fazendo jus à importância da Zona Norte.

 

BREVE HISTÓRICO DO PRÓ-TRANSPORTE

 

Os contratos iniciais do Pró-Transporte foram assinados em 2006, ainda pela Prefeitura de Natal, sendo transferidos para o Governo do Estado do RN em 2013, após uma negociação entre as duas partes. A obra é considerada uma das prioridades da atual gestão do Governo do RN, dada a sua relevância para a região. Um grande esforço foi realizado para que se chegasse até o lançamento do edital, passando por diversos momentos, desde a revisão de projetos e de orçamento até uma nova análise e aprovação da parceira Caixa Econômica Federal de todo esse material.

O primeiro Pró-Transporte aprovado no Brasil, ainda no então Ministério das Cidades, é o de Natal e Região Metropolitana, quando a governadora Fátima Bezerra ainda era deputada federal e integrava a Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Pacto pela Vida: Governo vai reforçar apoio à fiscalização no litoral

Próxima notícia

Ceptuc realiza capacitação para enfermeiros

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.