Reabertura de igrejas e templos religiosos em Parnamirim é discutida em audiência virtual da Câmara

Audiência Pública foi transmitida pela página oficial da Câmara Municipal de Parnamirim no Facebook

Na manhã desta quinta-feira (23), a Câmara Municipal de Parnamirim realizou uma audiência pública virtual com representantes religiosos para debater a reabertura de igrejas e templos religiosos na cidade. A mediação ficou a cargo da propositora, vereadora Professora Nilda e também contou com a participação da vereadora Ana Michele, presidente da Comissão de Acompanhamento e enfrentamento à Covid-19.

A Audiência Pública foi transmitida pela página oficial da Câmara Municipal de Parnamirim no Facebook, contou com perguntas da população que acompanhou a transmissão e abordou a avaliação das restrições feitas às igrejas e templos religiosos, o papel desses locais, a programação para reabertura e o cuidado à saúde física e mental de seus frequentadores.

Por sistema de videoconferênca, todos os representantes presentes destacaram o papel de seus estabelecimentos religiosos para a população, e que são favoráveis a reabertura. O Pastor Carlos Kleber acredita que “a igreja presta um serviço essencial para a sociedade”.

Já o representante da Igreja Católica, o Diácono Márcio ressaltou cautela e levantou questões como a igreja deixar de ser um local de acolhimento e com as limitações possa se tornar um local de escolha, tendo que decidir quem entra ou não na igreja. “É preciso se reinventar diante da adversidade, esse é o nosso maior desafio. Abrir de forma ampla é arriscado, é preciso valorizar a vida como um todo.  Acho que a igreja é preciso, mas não necessário! Sou a favor da reabertura, mas não de forma maciça”, disse o Diácono Márcio.

Para a Comissão de Acompanhamento e Enfrentamento à Covid-19, através da sua presidente, vereadora Ana Michele, cautela e responsabilidade são primordiais nesse momento. “É necessário esse diálogo, mas é preciso ter precaução, seguir todos os cuidados, a doença não desapareceu.  Se há uma flexibilização, é preciso que seja feita de forma cronológica, de maneira organizada”, pontuou a vereadora.

Professora Nilda agradeceu a participação de todos e citou a importância da religião na vida de milhares de Parnamirinenses e sobre o debate durante a audiência. “É nossa obrigação ouvir todas as questões da sociedade, temos ciência de que todos os líderes religiosos, estão empenhados em seguir as orientações e que as medidas são extremamente necessárias. Agora vamos reunir tudo que foi debatido nesta audiência e levaremos ao poder executivo.”, concluiu a propositora da Audiência Pública.

Participaram da audiência os seguintes representantes religiosos:

Pr. Carlos Kleber (ADPAN)

Apóstolo Jonas Fernando (Igreja MIB)

Pr. Henry (Ministério Atos de Deus)

Pr. Laedson (Igreja de Cristo)

Pr. Gleidson (Igreja MIB – Passagem de Areia)

Diácono Márcio (Paróquia de Parnamirim)

Pr. Maurício Adrião (ADPAN)

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Prefeitura instala câmeras de monitoramento de veículos

Próxima notícia

KLEBER RODRIGUES SUGERE APLICATIVO PARA FACILITAR DENÚNCIAS DE CRIMES

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *