Recital de conclusão mantem viva a cultura musical em Parnamirim

A Fundação Parnamirim de Cultura realizou nesta quarta-feira (18) o recital de conclusão e aproveitamento dos alunos da Escola de Música Epitácio Leopoldino. Os familiares dos alunos compareceram em muito bom número ao Cine Teatro de Parnamirim para acompanhar as apresentações.

A primeira sessão iniciou às 16h e trouxe as exibições de diversos grupos de instrumentos, entre eles o quinteto clássico, formado por instrutores da escola, flauta doce do polo Santa Tereza, flauta transversal, clarinete, saxofone, violino e violão.

Deu para ver a alegria no rosto da plateia de familiares e amigos que se deliciaram com música da melhor qualidade. Entre eles estavam Cacilda e Heitor, esposa e filho de Gilson Newton, aluno das turmas de violão. Cah Fabrício, como gosta de ser chamada, é artista plástica e falou que o filhinho estava mais ansioso do que o próprio pai. “Estamos na maior expectativa, pois este é o primeiro ano que Gilson vai se apresentar”, disse com satisfação a esposa.

O maestro Geraldo França parabenizou todos os alunos e falou que a cultura musical é essencial para qualquer povo. Nesse ínterim, destacou que o período de matrículas para o ano de 2020 encerra nesta sexta-feira (20). “Aqui ainda temos vagas para trombone e trompa, mas nos polos de Santa Tereza, Nova Esperança, Passagem de Areia, Pium e Vale do Sol temos vagas para todos os instrumentos”, mencionou o regente.

O trabalho dos últimos sete meses foi colocado à prova no recital, em que, no final dos trabalhos, os alunos dos níveis de aprendizagem receberão os certificados de conclusão e os do 3º nível se despedem da EMEP, visto que é uma instituição de ensino básico.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Fátima trata de parceria com a Coca-Cola para o Museu da Rampa

Próxima notícia

Em um ano, RN recebeu quase 90 mil turistas argentinos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.