Semana de capacitação para os agentes da Defesa Civil de Parnamirim

Os agentes da Defesa Civil de Parnamirim tiveram uma semana bem movimentada com foco em capacitações e treinamentos. Nos últimos dias, foram duas instruções que envolveram temas desde primeiros socorros até meio ambiente.

Um dos cursos foi ministrado pela Coordenadoria de Defesa Civil de Natal. Os conhecimentos passados abordaram primeiros socorros, integração dos códigos de emergência de defesa civil ao CIOSP para os chamados pelo 190 além do plano de contingência. O acionamento da defesa civil em tragédias, emergências e visitas técnicas para avaliações e laudas de estrutura prediais deve ser feito pelo 190. Todos os integrantes de Proteção e Defesa Civil de Parnamirim participaram da capacitação que, de acordo com a equipe, foi muito produtiva.

Outra capacitação foi executada de forma online pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), da qual participaram a Defesa Civil de Parnamirim, do estado e de diversas cidades do interior, Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Parnamirim, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil e ITEP. O tema foi o plano estadual de prevenção ambiental de combate às queimadas e incêndios florestais do Rio grande do Norte (PEPACQIF-RN).

Para George Bezerra, Coordenador de Proteção e Defesa Civil de Parnamirim, a cidade conta com uma equipe muito boa e preparada. “Sinto que estamos com uma equipe muito boa e a cada dia nos capacitando junto à Defesa Civil do estado, que nos dá todo o apoio com capacitação e orientações sobre como nossa coordenadoria deve trabalhar. Defesa civil somos todos nós”, disse.

A equipe da Defesa Civil de Parnamirim tem como certo que a capacitação é um caminho que precisa ser trilhado sempre para que suas atribuições – de utilidade pública – sejam sempre aperfeiçoadas, buscando um padrão cada vez melhor.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Prefeitura avança nas obras dos letreiros “I love Parnamirim”

Próxima notícia

PF deflagra operação para reprimir crimes contra o sistema financeiro

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *