Setor supermercadista foi o que mais gerou empregos durante a pandemia

Em plena pandemia do novo coronavírus, o setor de supermercados foi o maior gerador de empregos no país, com 156.120 novos postos gerados, sendo 57.214 novas vagas, em 2020, e 98.906, em 2021. O setor foi responsável por 6,1% do total de novos postos de trabalho no período 2020/2021, de acordo com o Mapa dos Empregos no Setor de Supermercados, realizado pela Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserrj) em conjunto com a consultoria Future Tank.

O setor supermercadista foi o que mais gerou empregos em sete outros estados brasileiros durante a pandemia: Piauí (21%), com 3.504 vagas; Rondônia (13%), com 1.838; Maranhão (12%), com 6.860; Amazonas (11%), com 4.774; Pará (11%), com 10.819; Pernambuco (8%), com 6.377; e Ceará (7%), com 6.495 postos.

Destaque

Segundo o economista Guilherme Mercês, um dos sócios-fundadores da Future Tank, o setor de supermercados foi o grande destaque na pandemia, em 2020 e 2021 somados, porque “ele foi a grande resistência de emprego e da renda. Em 2020, enquanto a maioria dos setores demitiu, o setor de supermercados contratou. Em 2021, ele repetiu esse desempenho e contratou novamente”.

Transporte de carga

O segundo maior setor gerador de empregos em 2020 e 2021, foi o de transporte de carga rodoviária, com 136.423 novas vagas. “O cenário de pandemia levou as pessoas a ficarem mais trancadas em casa e a demanda por logística de entrega aumentou muito”, disse Mercês.

A pesquisa ressalta também que os supermercados estão entre os dez maiores geradores de vagas em todos os estados do país. Em termos absolutos, os campeões do ranking em 2020 e 2021 foram São Paulo, com 30.989 postos gerados; Minas Gerais (17.511); Rio de Janeiro (11.120): Pará (10.819); e Rio Grande do Sul (9.757).

O estudo se baseou em dados oficiais do Novo Caged, que é a geração das estatísticas do emprego formal por meio de informações captadas dos sistemas eSocial, Sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e Empregador Web.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Agência Brasil

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Câmara de Parnamirim vai homenagear mulheres com entrega da medalha Profa. Eva Lúcia

Próxima notícia

Nota de Pesar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *