SIMONE CANTA IVAN LINS, TERÇA, 12 DE NOVEMBRO ÀS 21 HORAS

Ligadas desde o início dos anos 1970, quando, em seu álbum de estreia, Simone gravou uma canção de Ivan Lins (“Chegou a hora”), as carreiras desses dois ícones da MPB se cruzaram muitas vezes. Desde então, como que seguindo a mensagem contida em “Começar de novo” (um clássico da dupla Ivan Lins e Vitor Martins também lançado pela cantora baiana), eles têm se reencontrado, sempre renovados, prontos para novos desafios.

 

 

Agora, com direção de Zélia Duncan, direção musical de Delia Fischer e cenários e figurinos de Simone Mina, SIMONE volta a cantar clássicos de Ivan Lins gravados pela cantora nas últimas décadas. No repertório, entre outras pérolas, estão garantidas “Começar de novo”, “Antes que seja tarde”, “Desesperar”, “Velas içadas”,  “Bilhete” e “Daquilo que eu sei”. Nascida em Salvador, a “baiana da gema” Simone Bittencourt de Oliveira mostrou desde cedo a paixão pela música. Talento que, durante a adolescência e a juventude, dividiu com o basquete – como jogadora profissional, ela foi convocada duas vezes para a seleção brasileira, participando do campeonato mundial em 1971. No ano seguinte, para a sorte da MPB, após uma contusão, ela trocou as quadras pelos estúdios da Odeon, onde gravou seu álbum de estreia, lançado em março de 1973. O primeiro de uma grande obra, que a consagrou como uma das mais expressivas vozes da canção brasileira e a maior vendedora de discos nos anos 1980.

Jornal de Parnamirim

Notícia anterior

Consórcio Nordeste: 1ª licitação economiza R$ 48 milhões em medicamentos

Próxima notícia

KELPS LIMA REPERCUTE FRUSTRAÇÃO DE RECEITA REGISTRADA NO MEGALEILÃO DO PRÉ-SAL

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.